12 Janeiro, 2017

Business Angels & Linha de Financiamento

O financiamento por Business Angels constitui uma oportunidade para projetos empresariais inovadores ou com potencial de crescimento que, regra geral, tem também associada uma parceria na gestão, que representa uma vantagem importante para empreendedores com pouca experiência empresarial prévia.

Os BA são investidores individuais, normalmente empresários ou diretores de empresas, que investem o seu capital, conhecimentos e experiência em projetos promovidos por empreendedores, que se encontram em início de atividade ou em fases críticas de crescimento. Trata-se de uma entrada no capital das empresas, delimitada no tempo, com o objetivo de valorização a médio prazo, através de alienação posterior das participações a outros interessados.

Linha de Financiamento a Operações Desenvolvidas por BA

Objetivos e Prioridades de Investimento: PI 3.1. Criação de empresas e fase de arranque e Promoção do espírito empresarial facilitando, nomeadamente, o apoio à exploração económica de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas, preferencialmente enquadradas nas prioridades temáticas da Estratégia de I&I para uma Especialização Inteligente (RIS3), nacionais ou regionais, ou em setores de alta e média-alta tecnologia e em serviços intensivos em conhecimento, ou em setores transacionáveis ou internacionalizáveis; PI 3.3. Reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de novos produtos e serviços; Projetos inovadores ao nível de processos, produtos, organização ou marketing.

Tipologia de Investimentos: A participação da Entidade Veículo (EV) em cada projeto deverá constituir-se, no mínimo, por 70% de instrumentos de capital e quase capital. O financiamento das EV deverá estar obrigatoriamente associado ao desenvolvimento de projetos, não sendo admissíveis operações de consolidação ou reestruturação financeira

Âmbito Territorial: As EV selecionadas no âmbito da presente linha, nacionais ou internacionais, apenas poderão realizar investimentos em Beneficiários Finais nas regiões NUTS II do Norte, Centro, Alentejo, Lisboa e Algarve, não podendo exceder os montantes definidos para cada uma destas regiões.

Período de Investimento: A aplicação dos fundos atribuídos às EV em BF deverá ser concretizada até 31 de dezembro de 2019, podendo esta data ser prorrogável após autorização da IFD em articulação com as Autoridades de Gestão respetivas.

Entidades Beneficiárias: As entidades beneficiárias são as Entidades Veículo (EV) de Business Angels (BA), constituídas por um ou mais BAs, que que estejam, à data da publicação do presente aviso, ou venham a estar, credenciados enquanto tal pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P..

Beneficiários Finais elegíveis (PME): Não operou em nenhum mercado; Operou em qualquer mercado durante menos de sete anos desde a sua primeira venda comercial; Requer um investimento inicial de financiamento de risco que, baseado num plano de atividades elaborado com vista a entrar num novo mercado do produto ou num novo mercado geográfico, seja superior a 50 % do seu volume de negócios médio anual nos cinco anos anteriores.

Entidade Veículo de Business Angels: detida maioritariamente por BA (indivíduos); BA credenciados pelo IAPMEI; Foco da atividade – participação em empresas; Cofinanciamento pelo FC&QC, mínimo de €300.00 e máximo de €750.000, por EV para o conjunto das PI 3.1 e 3.3 nos vários Programas Operacionais.

Novidades
© 2017 Scope Invest
Back to top