22 Novembro, 2019

A importância de contratar Recursos Humanos Qualificados e a captação de incentivos para esse investimento

Atualmente, vivemos num mundo cada vez mais globalizado, onde se manifesta uma economia fortemente baseada no conhecimento e surgem constantes evoluções tecnológicas. Perante este cenário, as empresas são forçadas a procurarem novas formas de adquirirem vantagens competitivas, por forma a responderem aos desafios impostos e garantirem a sua sobrevivência no longo prazo. Para isso, as empresas necessitam de colaboradores qualificados de maneira a conseguirem responder aos constantes desafios tecnológicos, mas também devido às crescentes exigências por parte dos consumidores, por enquadramentos regulamentares mais complexos, entre outros aspetos.

Face ao exposto, tem-se denotado que cada vez mais as organizações têm consciência de que o seu sucesso depende dos recursos humanos, considerando-os um ativo que deve ser valorizado. 

Capacitar as empresas para uma maior competitividade passa não só pela aposta em inovação, mas também pela qualificação dos seus recursos humanos. Com trabalhadores mais qualificados, inovadores e criativos, as empresas distinguem-se mais facilmente no mercado e criam novas possibilidades de desenvolvimento interno. 

Estes recursos trazem para a empresa não só conhecimento como novos métodos de trabalho, redes de contactos, “Knowledge of knowledge” e uma atitude mental propensa à inovação. 

Para além da contratação de Recursos Humanos Qualificados tem-se verificado gradualmente uma maior articulação entre as empresas e o Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN) o que permite que haja transferência de tecnologia entre as partes, no sentido de desenvolver novas ideias e novos produtos.

Assim, uma vez que o investimento em capital humano é visto cada vez mais como um elemento fundamental para a inovação e crescimento, de modo a incentivar as PME a apostarem na contratação de recursos humanos altamente qualificados, o PORTUGAL 2020 disponibilizou um apoio a fundo perdido que financia em 50% os custos salariais pelo período máximo de 36 meses, destinando-se à contratação de licenciados, mestres, doutorados ou pós-doutorados. O principal objetivo deste apoio consiste assim em fomentar a contratação por parte das empresas, de recursos humanos altamente qualificados, como forma de aquisição de massa crítica e de suporte ao desenvolvimento de processos que promovam a inovação empresarial.

Artigo escrito por:

 

 

 

Caso necessite de algum esclarecimento sobre este apoio, contacte-nos. 


Blog
Back to top